Total de visualizações de página

terça-feira, 17 de maio de 2011

...

Armada figura exótica
de pele encouraçada
e garras expostas
fere a mão
fere o coração
de quem a encosta.

Um comentário:

Ariadne Cavalcante disse...

Que maravilha é sempre o ritmo em seus poemas, poeta! Parabéns de novo! Beijos!