Total de visualizações de página

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Ciclo

Passa hora
passa dia
mês inteiro
vem a chuva
vai a lua
o sol primeiro
cresce a unha
cresce o pelo
tudo e meio
foi cigarro
restou guimba
fica o cheiro
era uma
virou duas
agora é formigueiro
passa a hora
passa o dia
ciclo inteiro...

Um comentário:

Ariadne Cavalcante disse...

O que dizer de suas letras> Você é amigo das palavras e elas lhe amam! Gostei imensamente do ritmo de seus poemas, todos muito bons mesmo! Parabéns, poeta! Demais!